Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

VIDA | NOTÍCIAS

Dia Nacional do Câncer Infanto-Juvenil também é em novembro

destaque cancer

Além do câncer de próstata e da diabetes, novembro é marcado, ainda, pelo Dia Nacional do Câncer Infanto-Juvenil. Celebrado no dia 23 de novembro, a data tem o objetivo de conscientizar sobre a doença, apoiar os pais dos pequenos pacientes e divulgar avanços adquiridos pela comunidade científica no tocante ao tema, além de estimular a pesquisa na área.

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Brasil registra cerca de 9 mil casos novos de câncer infanto-juvenil, a cada ano. Assim como em países desenvolvidos, no Brasil, o câncer já representa a segunda causa de mortalidade proporcional entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, para todas as regiões. Como a primeira causa são aquelas relacionadas aos acidentes e à violência, é possível dizer que o câncer é a primeira causa de mortes por doença, após 1 ano de idade, até o final da adolescência. Ainda de acordo com o instituto, entende-se por câncer infanto-juvenil o grupo de várias doenças que têm em comum a proliferação descontrolada de células anormais e que pode ocorrer em qualquer local do organismo.

As neoplasias mais freqüentes na infância são as leucemias (glóbulos brancos), tumores do sistema nervoso central e linfomas (sistema linfático). Também acometem crianças o neuroblastoma (tumor de células do sistema nervoso periférico, freqüentemente de localização abdominal), tumor de Wilms (tumor renal), retinoblastoma (tumor da retina do olho), tumor germinativo (tumor das células que vão dar origem às gônadas), osteossarcoma (tumor ósseo), sarcomas (tumores de partes moles).

O problema é que na maioria das vezes estes pequenos pacientes demoram a ser diagnosticados, seja por desinformação dos pais, medo do diagnóstico de câncer (podendo levar à negação dos sintomas) ou desinformação dos médicos. Além disso, vários casos demoram a ser definidos por que os sintomas são parecidos com os de outras doenças comuns na infância. O Eixo Vida da Caarj pesquisou os sintomas mais comuns, que você pode conferir a seguir. Em todos os casos, consultar o pediatra é sempre o primeiro caminho, para esclarecimento de dúvidas e tomar decisões acertadas.

• Nas leucemias, pela invasão da medula óssea por células anormais, a criança se torna suscetível a infecções, pode ficar pálida, ter sangramentos e sentir dores ósseas.

• No retinoblastoma, um sinal importante de manifestação é o chamado “reflexo do olho do gato”, que é o embranquecimento da pupila quando exposta à luz. Pode se apresentar, também, através de fotofobia ou estrabismo.

• Geralmente acomete crianças antes dos três anos de idade. Hoje a pesquisa desse reflexo poderá ser feita desde a fase de recém-nascido.

• Algumas vezes, os pais notam um aumento do volume ou uma massa no abdomen, podendo tratar-se nesse caso, também, de um tumor de Wilms ou neuroblastoma.

• Tumores sólidos podem se manifestar pela formação de massa, podendo ser visíveis ou não e causar dor nos membros, sintoma, por exemplo, freqüente no osteossarcoma (tumor no osso em crescimento), mais comum em adolescentes.

• Tumor de sistema nervoso central tem como sintomas dor de cabeça, vômitos, alterações motoras, alterações de comportamento e paralisia de nervos.



NOTICIAS

08/06/2017 - Campanha de Vacinação bate a marca de 4 mil doses

SAIBA +

31/05/2017 - Saiba mais sobre a Esclerose Múltipla

SAIBA +

08/05/2017 - Atenção ao uso do computador

SAIBA +

26/04/2017 - Hipertensão: prevenção é a saída

SAIBA +

12/04/2017 - Caarj dá início à Campanha de Vacinação de 2017

SAIBA +

06/04/2017 - Campanha Advocacia Solidária

SAIBA +

04/04/2017 - Eixo Vida da Caarj atende mais de 2400 pessoas no Mês da Mulher Caarj

SAIBA +

28/03/2017 - Advocacia Solidária promove mutirão de doação de sangue em fóruns do Rio

SAIBA +

17/01/2017 - Quiropraxia alivia sintomas da Chikungunya

SAIBA +

19/12/2016 - Doenças de pele no verão

SAIBA +

[MAIS NOTÍCIAS]