Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

VIDA | NOTÍCIAS

Advocacia Solidária promove mutirão de doação de sangue em fóruns do Rio

A campanha Advocacia Solidária – a Advocacia doa sangue todos os dias por você, lançada em agosto do ano passado pela Caarj, em parceria com o Hemorio e a sua hemorrede, vai promover dois mutirões de doação de sangue neste mês de abril. No dia 05, as equipes estarão das 9 às 14h no auditório do 10º andar do Tribunal Regional do Trabalho, na Rua do Lavradio, 132. Já no dia 18 a ação será no Fórum do Méier, das 10 às 15h. O Fórum do Méier fica na rua Arquias Cordeiro, 53, e a ação será no terceiro andar.

 

A iniciativa da Caixa de Assistência tem o objetivo de incentivar advogados e advogadas não só a doar sangue, mas principalmente a tornarem-se doadores regulares nos hemocentros do estado. Além de estimular a iniciativa de doação através de materiais em suas mídias, a Caarj também realiza ações pontuais para arrecadar bolsas de sangue. No ano passado, em mutirão realizado no escritório Siqueira Castro, foram arrecadadas 71 bolsas. As ações nos fóruns serão abertas ao público, ou seja, qualquer pessoa pode doar. Confira abaixo as orientações necessárias para quem pretende abraçar a iniciativa.

 

Qualquer pessoa pode doar sangue?

Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos de idade, e pesar no mínimo 50 quilos. Jovens entre 16 e 17 anos podem doar somente com autorização dos pais ou responsáveis.

 

Como é feita a doação?

Ao buscar um hemocentro, o doador recebe um questionário a ser respondido, que avalia se há alguma situação ou doença que impeça a doação de sangue e, em seguida, passa por uma triagem clínica. A coleta, em si, dura no máximo 10 minutos.

 

Doar sangue dói?

Não. A picadinha é inevitável, mas nada que impeça o gesto,certo?

 

Vou ficar sem sangue?

Não. A quantidade retirada é pequena e a reposição é feita pelo organismo naturalmente já nas primeiras 24 horas após a doação.

 

Posso doar todo mês?

Não. O recomendado é que homens doem a cada dois meses, e as mulheres, a cada 90 dias.

 

Gestantes e lactantes podem doar?

As gestantes ou lactantes não podem doar sangue. No pós-parto, a mulher poderá ser doadora após 90 dias, em caso de parto normal, e após 180 dias, em casos de cesárias.

 

Quais outros casos comuns de impedimento para doação?

Quem fez tatuagem há menos de um ano, pessoas que receberam transfusão de sangue há menos de um ano, pessoas que passaram por extração dentária há menos de sete dias. Pessoas que tomaram vacina recentemente precisam consultar os técnicos para verificar o tempo exato de impedimento, que varia de vacina para vacina. Anemia, cirurgias e o uso de alguns medicamentos também podem impedir a doação, sendo necessário consultar o técnico que irá proceder à doação.

 

Preciso estar descansado e alimentado para doar?

Quem vai doar sangue não pode praticar atividades físicas intensas pelo menos cinco horas antes da oação. Recomenda-se estar bem alimentado, com refeições leves e sem gordura. E é proibido o consumo de bebida alcoólica até 24 horas antes da doação.

 

Quem recebe transfusão está sujeito a doenças?

Não. Doenças como Hepatite B e C e Aids são detectadas pelo Teste de Ácido Nucleico (NAT), mesmo que haja um curto período entre a contaminação e a doação.

 

Só uma pessoa é beneficiada com a doação?

Não. O sangue é separado em vários componentes, e cada paciente recebe o que cada organismo necessita. Apenas uma doação pode auxiliar até quatro pacientes.



NOTICIAS

19/12/2016 - Doenças de pele no verão

SAIBA +

16/12/2016 - Dezembro Laranja – Uma conscientização sobre o Câncer de Pele

SAIBA +

16/12/2016 - Fique atento às intoxicações alimentares

SAIBA +

01/12/2016 - Ministério da Saúde apresenta números sobre a epidemia de Aids no país

SAIBA +

23/11/2016 - Câncer infanto-juvenil: conheça os sintomas

SAIBA +

16/11/2016 - Conheça mais sobre o câncer de próstata

SAIBA +

14/11/2016 - Diabetes: uma doença silenciosa

SAIBA +

11/11/2016 - Atenção ao ritmo do coração!

SAIBA +

10/11/2016 - Dia Nacional da Surdez: acessibilidade e inclusão importam

SAIBA +

18/10/2016 - Fisioterapia auxilia pacientes em tratamento do câncer de mama

SAIBA +

[MAIS NOTÍCIAS]