Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

VIDA | NOTÍCIAS

Dezembro Vermelho alerta para a epidemia de HIV no país

A Caixa de Assistência da Advocacia do Rio de Janeiro (CAARJ) começou a semana com a campanha Dezembro Vermelho, que chama atenção para a importância de combater e prevenir o vírus HIV, principal causador da AIDS. Em parceria com a Prefeitura do Rio, a Pastoral da AIDS de Iguaba Grande e o grupo Pela Vidda/RJ a CAARJ está distribuindo camisinhas, lubrificantes e material informativo acerca de prevenção e tratamento do HIV de 4 a 21/12.

Maria Eduarda Aguiar, advogada e integrante do Pela Vidda, esteve na terça-feira (05/11) na tenda para mostrar o trabalho da ONG, que oferece testagem com fluido oral, reuniões de recepção e aconselhamento em HIV e AIDS e orientação jurídica.

Há cerca de um ano e meio no projeto, Maria Eduarda Aguiar teve seu ingresso motivado pelo preconceito que norteia o grupo a que pertence, os transgêneros. “Muitos ainda acham que há apenas um grupo de risco, quando, na verdade, é uma doença que pode acometer a todos”, frisa.

Depois de se formar em Direito e passar pelo processo de transição, ela buscou o trabalho social com os transexuais e conheceu o grupo Pela Vidda. “Acabei me envolvendo com a questão do HIV e AIDS também para fazer um trabalho com a população trans, que tem sofrido com a epidemia. Mas não me limitei a este público, abarquei outras atividades do grupo”, conta.

Para além do preconceito, a população com HIV sofre ainda com a falta de informação, como explica Maria Eduarda: “Há quem acredite que a doença pode ser transmitida bebendo no mesmo copo de quem possui o vírus. Na realidade, o contagio se dá através do ato sexual desprotegido ou de transfusão de sangue”. Dados recentes da UNAids e do Ministério da Saúde constataram aumento em novos casos de infecção no país e esses registros ressaltam a importância da campanha Dezembro Vermelho. “A partir do momento em que se deixa a prevenção de lado, há um surto do vírus. Temos muitos casos de infecções de HIV na população jovem, idosa e transexual. São grupos que apresentam aumento devido à ausência de campanhas de prevenção e informação”, alerta.

A busca de conhecimento, o uso de preservativos e a testagem de HIV são formas de prevenção da doença. Além disso, as pessoas podem procurar os postos de saúde em casos de possível exposição ao vírus através da prática sexual desprotegida. A PEP (Profilaxia Pós Exposição) diminui o risco de infecção, por intermédio de medicamentos antirretrovirais.

Fonte: G1; rio.rj.gov.br; Pastoral da AIDS de Iguaba Grande; Ministério da Saúde.



NOTICIAS

20/09/2017 - Projeto Advocacia Solidária chega à Baixada Fluminense

SAIBA +

18/09/2017 - A importância da vitamina D para o nosso organismo

SAIBA +

11/09/2017 - HPV: vírus silencioso e perigoso

SAIBA +

05/08/2017 - Campanha de Vacinação passa por comarcas e pela Justiça Federal

SAIBA +

03/08/2017 - Saiba identificar os sintomas da estafa

SAIBA +

29/06/2017 - Aprenda a proteger a pele no inverno

SAIBA +

20/06/2017 - Atenção às doenças de inverno

SAIBA +

12/06/2017 - Campanha de Vacinação chega ao Centro do Rio

SAIBA +

08/06/2017 - Campanha de Vacinação bate a marca de 4 mil doses

SAIBA +

31/05/2017 - Saiba mais sobre a Esclerose Múltipla

SAIBA +

[MAIS NOTÍCIAS]