Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

CULTURAL | Programação Cultural

roteiro-expos-01-abre

Com um traçado marcante, colorido e inconfundível, o grafiteiro Tomaz Viana, conhecido como Toz, leva sua arte das ruas para o Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, no centro do Rio de Janeiro, em uma exposição individual.

A exposição “Metamorfose” ocupa três salas do centro cultural, em um total de 300 m². A mostra traz dois dos seus principais personagens: o Insônia e O Vendedor de Alegrias, além de telas inéditas. A exposição fica em cartaz até o dia 08 de maio, na rua Luís de Camões 68, Centro, Rio de Janeiro. A entrada é franca. Aproveite!

O Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica fica aberto de terça a sexta-feira, das 11h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 17h.

Exposição sobre início da ditatura em cartaz no Instituto Moreira Salles

ims

O Instituto Moreira Salles (IMS) apresenta de 9 de fevereiro a 23 de novembro de 2014 a exposição “Em 1964″, que relembra o ano do início da ditadura no Brasil, com entrada gratuita.

A mostra faz parte de uma programação para discutir os 50 anos do golpe militar. “Em 1964” propõe uma imersão neste momento decisivo para o país a partir do ponto de vista de artistas e intelectuais cujos acervos estão sob a guarda do IMS ou que têm vínculos diretos com suas atividades. A exposição permitirá ao espectador explorar os fatos culturais do período por meio de obras marcantes da literatura, da fotografia, do cinema e da música.

“Em 1964” exibirá fotografias do cineasta Jorge Bodanzky, feitas em Brasília no momento do golpe militar, mas trará também fotos de Chico Albuquerque e Henri Ballot documentando o cotidiano, como feiras, supermercados e outros costumes da vida diária dos brasileiros. Outro destaque da fotografia será um ensaio inédito em espaços expositivos da fotógrafa Maureen Bisilliat sobre Iemanjá, além de muitas outras atrações.

O IMS funciona de terça à domingo, das 11h às 20h, na Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea.

LUGARES