Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ
Clique aqui

CULTURAL | PROGRAMAÇÃO CULTURAL

Centro Cultural Light

Carregando mapa ....

Endereço
Avenida Marechal Floriano, 168, Centro
Rio de Janeiro
RJ


Brasil


Eventos em andamento / próximos

  • Nenhum evento confirmado para esta locação.
  • PONTOS TURÍSTICOS

    Casa França Brasil

    www.casafrancabrasil.rj.gov.br
    info@casafrancabrasil.rj.gov.br
    Telefone: (21) 23325120
    Rua Visconde de Itaboraí, 78 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20010-060
    Funcionamento: 3ª a dom, de 10h às 20h

    Centro Cultural Banco do Brasil

    culturabancodobrasil.com.br/portal/rio-de-janeiro/
    ccbbrio@bb.com.br
    Telefone: (21) 3808-2020
    Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
    CEP: 20010-000 / Rio de Janeiro (RJ)
    Funcionamento:
    de quarta a segunda, das 9h às 21h

    Confeitaria Colombo

    www.confeitariacolombo.com.br
    Funcionamento Geral
    De 2ª à 6ª feira: de 09:00 às 19:30h (horário de verão)
    De 2ª à 6ª feira: de 09:00 às 19:00h (fora do horário de verão)
    Sábados e feriados: de 09:00 às 17:00h

    Rua Gonçalves Dias, 32 / Centro – Rio de Janeiro

    Tel.: 21 2505.1500

    Confira os destaques que marcam a semana do Cine Odeon

    destaque odeon

    Nesta quinta-feira (17), no Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro, estreia o curta-metragem “Kbela”, de Yasmin Thayná. O filme, que teve sua pré-estreia na semana passada, com sessão esgotada, narra o processo de reconhecimento e entendimento de uma menina de periferia enquanto mulher negra, encontrando dificuldades e enfrentando humilhações. E o Caarj Cultural convida a advocacia para apresentar a carteira da OAB e pagar meia entrada em qualquer filme em cartaz na casa.

    O filme “Que Horas Ela Volta?”, escrito e dirigido por Anna Muylaert, também entra em cartaz essa semana. O longa, que recentemente foi escolhido para representar o Brasil na lista dos indicados ao melhor filme estrangeiro no Oscar 2016, traz em seu roteiro a história da pernambucana Val (Regina Casé), que se mudou para São Paulo a fim de dar melhores condições de vida para sua filha, Jéssica. Com muito receio, ela deixou a menina no interior de Pernambuco para ser babá de Fabinho, morando integralmente na casa de seus patrões. Porém treze anos depois, Jéssica (Camila Márdila) lhe telefona, pedindo ajuda para ir a São Paulo. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, só que quando ela deixa de seguir certo protocolo, circulando livremente, como não deveria, a situação se complica.

    Para finalizar a grade de programação do Cine Odeon, também estreia essa semana o documentário “Damas do Samba”, da diretora Susanna Lira. O filme mostra um breve passeio pela história de algumas dessas mulheres, reverenciando e reconhecendo a sua força e a contribuição para a construção deste enredo. A obra contém entrevistas com as mulheres e meninas do samba carioca. Para mais informações, confira a programação completa AQUI.

    Igreja da Candelária

    Endereço: Praça Pio X – Rio de Janeiro
    Telefone: (21) 2233-2324
    Horário de Funcionamento:
    Seg a sex, das 7h30 às 15h50; sáb, das 9h às 12h; dom, das 9h às 13h

    MAM

    mamrio.org.br
    Av. Infante Dom Henrique 85,
    Parque do Flamengo,
    CEP 20021-140 / Rio de Janeiro RJ 
    TEL: +55 (21) 3883 5600
    FAX: +55 (21) 3883 5612 
    Terça – Sexta
    12h – 18h
    (a bilheteria fecha as 17h30)

    Sábado – Domingos e
    feriados
    11h – 18h
    (a bilheteria fecha as 17h30)

    Museu de Arte do Rio

    www.museudeartedorio.org.br
    Praça Mauá, 5, Centro 
    CEP 20081-240 
    Rio de Janeiro/RJ
    (21) 3031 2741

    Noite de confraternização em Bangu e Caxias

    destaque bangu caxias

    Nesta quarta-feira (19), a advocacia de Bangu se reuniu em um restaurante do bairro para comemorar o mês da classe. Amizade, companheirismo e a celebração das conquistas da categoria, além do reconhecimento da importância do advogado na sociedade, deram o tom do evento. O presidente da Caarj, Marcello Oliveira, frisou os desafios diários enfrentados pela Caixa de Assistência e pela OAB. “A Ordem e a Caarj têm se esforçado muito em superar todos os desafios que aparecem cotidianamente, e se empenhado em melhorar as condições de trabalho do advogado, sem qualquer tipo de diferença do advogado da capital e do interior. Essa é uma marca da gestão atual da OAB/RJ”, afirmou.

    O presidente da subseção, Ronaldo Barros, agradeceu a presença de todos. “É muito importante esse trabalho de confraternização, que realizamos há doze anos. A presença de Marcello Oliveira e de Felipe Santa Cruz é muito importante. Agradecemos por tudo que fizeram e fazem pela advocacia de Bangu”, ponderou.

    No mesmo dia, cerca de quinhentos advogados da OAB/Duque de Caxias lotaram o Restaurante À Mineira para uma confraternização. O presidente da OAB/RJ, Felipe Santa Cruz, esteve presente na ocasião e parabenizou os colegas. “É tradição nossa cumprimentar os colegas no mês de agosto. É o momento de encontrar os amigos e ouvir os problemas enfrentados. É uma agenda valiosa, que rende projetos, idéias que serão implementados pela Ordem”, disse Felipe. Presidente da OAB/Duque de Caxias, Geraldo Menezes agradeceu a presença de Santa Cruz. “Mais importante do que o lado político da OAB é mostrar força da nossa advocacia. OAB/RJ é um exemplo para o Brasil e isso é graças a vocês que vieram prestigiar nossa instituição hoje”, completou.

    Este slideshow necessita de JavaScript.

    Veja mais fotos do evento em Bangu AQUI.

    Veja mais fotos do evento em Caxias AQUI.

    Parque Nacional da Tijuca

    www.parquedatijuca.com.br
    Estrada da Cascatinha, 850 – Alto da Boa Vista
    CEP – 20.531-590
    Tel.: (21) 2491 – 1700

    Saiba mais sobre as doenças sanguíneas

    destaque hemofilia

    Neste dia 04 de janeiro é lembrado o Dia Mundial do Hemofílico. A data foi criada para divulgar melhor a hemofilia, doença hereditária que causa desordem no mecanismo de coagulação do sangue, e as suas implicações para quem sofre da doença, aumentando a conscientização da população em geral, reduzindo preconceitos e facilitando a luta pelos direitos dos hemofílicos. Mas esta não é a única doença do sangue: existem outras doenças que, quando diagnosticadas precocemente e de forma correta, podem ser controladas e até mesmo curadas.

    É o caso da leucemia aguda, tipo de câncer mais frequente na infância. De cada 100 crianças com câncer, 30 a 35 são casos de leucemia. A doença se manifesta na medula óssea, e os sintomas podem ser palidez, manchas roxas pelo corpo, sangramento pelo nariz, gengiva, dores nas pernas e articulares, aumento das glândulas, aumento do baço e do fígado. É possível detectar a leucemia de forma mais precisa e precoce: sua cura depende de fatores como precocidade do diagnóstico, acesso do paciente ao tratamento adequado e condições físicas do mesmo. O tratamento mais usado para a leucemia é a quimioterapia, que são medicamentos que atuam no organismo combatendo as células doentes, destruindo ou controlando seu desenvolvimento.

    Outra doença sanguínea é a anemia falciforme. Assim como a hemofilia, ela é uma doença hereditária. A anemia falciforme altera as células vermelhas do sangue, atingindo principalmente afro-descendentes, e se caracteriza por ser uma deformação das hemácias, que ficam com a forma de foice. Ao se deformar, as células do sangue, que em condições normais são bem maleáveis, ficam enrijecidas e passam a entupir vasos, provocando a necrose dos tecidos. O primeiro órgão a ser afetado é o baço, responsável pelo sistema de defesa do organismo. Por isso, em geral, os pacientes falciformes têm mais propensão a desenvolver infecções. A única cura para a anemia falciforme é o transplante de medula óssea. Este tratamento foi realizado em um número relativamente grande de pacientes ao redor do mundo, com maior taxa de sucesso entre crianças, mas ainda é necessário um número maior de estudos e a determinação de características clínicas que permitam indicar o transplante com maior segurança.

    Mais comum do que a falciforme, a anemia é definida pela Organização Mundial de Saúde como a condição na qual o conteúdo de hemoglobina no sangue está abaixo do normal, por conta de deficiência de nutrientes como ferro, zinco, vitamina B12 e proteínas. A mais comum é a anemia ferropriva, causada pela deficiência de ferro, nutriente que atua principalmente na fabricação das células vermelhas do sangue. Crianças, gestantes, lactantes, meninas adolescentes e mulheres adultas em fase reprodutiva são os grupos mais afetados por esta condição, embora homens e idosos também possam ser atingidos. Pessoas que se submeteram à cirurgia bariátrica (redução de estômago) também se encontram entre o público mais comumente afetado pela doença, que precisa de exames laboratoriais para ser diagnosticada. Entre seus sintomas estão fadiga generalizada, falta de apetite, palidez da pele e mucosas e dificuldade de aprendizado (no caso das crianças). Para evitar a anemia, é recomendado manter uma dieta rica em ferro e demais nutrientes, que podem ser encontrados em carnes vermelhas (vísceras de animais como fígado, rim e coração), vegetais folhosos escuros, como agrião, couve, taioba; leguminosas e grãos integrais; nozes e castanhas.