Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

VIDA | NOTÍCIAS

Benefícios da redução de açúcar na dieta

8813694278_21a3ea17b0_b

Foto: Flickr / Wagner Cezar / CC BY-ND 2.0

 

No passado ele já foi razão para grandes expedições que atravessavam o mundo e chegou a ser chamado de “ouro branco”, de tão valioso que era. Hoje, por outro lado, o açúcar é tido como um grande vilão da alimentação saudável.

A má fama tem sua razão. A ingestão excessiva de açúcar pode causar diversos problemas, como obesidade e diabetes. Classificado como um carboidrato simples, ele é digerido e absorvido de forma muito rápida pelo corpo, o que traz malefícios.

“Uma vez chegando de forma rápida ao organismo, esses carboidratos induzem mudanças no nosso metabolismo, como estimular a liberação de insulina ou favorecer um maior depósito de gordura em tecidos adiposos”, explica Ana Luisa Kremer Faller, professora do Departamento de Nutrição e Dietética, do Instituto de Nutrição Josué de Castro, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Além disso, o açúcar é um alimento pouco nutritivo, especialmente quando ele é refinado, pois no processo de refino alguns micronutrientes se perdem. “Nos menos refinados, como o mascavo ou o melado, esses ainda são preservados”, diz Ana Luisa. No entanto, engana-se quem pensa que eles são opções mais saudáveis “Eles ainda têm o mesmo valor energético e resultam nas mesmas alterações metabólicas que o açúcar refinado, devendo ser consumidos em moderação da mesma maneira”, completa.

Mas apesar de todos os malefícios, é difícil resistir ao sabor das guloseimas açucaradas. Isso acontece porque o sabor doce vicia o nosso paladar. Assim, fica cada vez mais difícil de fugir dos doces. Para desacostumar o paladar ao gosto doce, Ana Luisa indica que o corte no consumo de açúcar seja feito aos poucos. “Pode ser inicialmente uma tarefa difícil, mas o ideal é começar a se forçar a colocar cada vez menos açúcar nos produtos que você consome”.

Dessa maneira o organismo vai se acostumando com as quantidades cada vez menores de açúcar e a pessoa passa a sentir o verdadeiro sabor dos alimentos. Por isso, não é uma boa ideia substituí-lo por adoçantes, já que o gosto pelos alimentos de sabor doce continua. “Minha sugestão é deixar os produtos industrializados adoçados, por açúcar ou adoçante, para um consumo esporádico para não criar o hábito”, finaliza Ana Luisa.



NOTICIAS

09/11/2018 - Novembro Azul na Clínica CAARJ Med 10

SAIBA +

08/11/2018 - CAARJ leva campanha Novembro Azul a Quatis

SAIBA +

01/11/2018 - Tema do Novembro Azul da CAARJ é Toque de Amigo

SAIBA +

26/10/2018 - Advocacia de São João de Meriti abraça pela terceira vez o Advocacia Solidária

SAIBA +

19/10/2018 - CAARJ e ABRAPAC promovem palestras sobre o Câncer de Mama

SAIBA +

10/10/2018 - CAARJ viabiliza mamografia a preços reduzidos durante o Outubro Rosa

SAIBA +

14/09/2018 - Projeto Prevenção Itinerante passa a oferecer Eletrocardiograma em suas ações

SAIBA +

06/09/2018 - Advogados do Rio de Janeiro contam com novo plano odontológico

SAIBA +

06/09/2018 - Advocacia Solidária promoverá mais um mutirão pela vida em Santa Cruz

SAIBA +

24/08/2018 - Iniciativa da CAARJ já contribuiu com 600 bolsas de sangue para hemocentros

SAIBA +

[MAIS NOTÍCIAS]