Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

INSTITUCIONAL | NOTÍCIAS

Caarj retoma a campanha pelo fim do uso do paletó no verão

O tesoureiro da OAB/Campo Grande Jorge Luiz Farias afere pressão arterial com a técnica de enfermagem, Eliane

O tesoureiro da OAB/Campo Grande Jorge Luiz Farias afere a pressão arterial com a técnica de enfermagem, Eliane Lima

 

A luta da Caarj pela dispensa do paletó e da gravata retornou com força neste verão. Em parceria com a OAB-RJ, a campanha “Paletó no Verão, NÃO!”, abriu a segunda temporada, nesta quinta-feira (8/1), no Fórum de Campo Grande.

O tesoureiro da OAB/Campo Grande, Jorge Luiz Farias, acompanhou a ação e aproveitou para aferir a pressão arterial: “Geralmente é baixa, mas hoje deu alteração, provavelmente devido ao calor”. E ressaltou Jorge: “Vou acompanhar em casa e se necessário buscarei auxílio médico”.

Com relação à Campanha, o tesoureiro da 29ª subseção declarou: “Quando não tenho audiência, faço questão de usar apenas camisa social, porque com a sensação térmica beirando os 50 graus, é impossível usar paletó e gravata”. Farias completou: “Não permanecemos todo o tempo em locais com ar condicionado. No fórum, os corredores não tem ar e o deslocamento para as varas, em prédios diferentes, exposto ao sol, dificulta o uso do traje”. E comparou Jorge Luis: “As mulheres não tem a obrigatoriedade de usar blazer ou terno nas audiências e hoje vivemos em igualdade”.

Greice Mara Figueiredo de Melo, secretária geral da OAB/Campo Grande, afirmou que “a continuidade da campanha é muito importante”. E disse: “Os homens sofrem muito com o calor e correm mais risco de mal estar com os trajes inadequados”.

O advogado Celso Cordeiro, formado há cinco anos, declarou apoio à campanha: “Tenho aversão ao paletó e sempre faço audiência com vestuário informal”. E explicou: “Coloco o paletó por cima da roupa, somente perante o magistrado”. Já Rafael Augusto recebeu o adesivo da campanha, entregue pelas promotoras da Caixa de Assistência na entrada do fórum e afirmou: “Está muito quente para trabalhar com terno”.

Segundo o presidente da Caarj, Marcello Oliveira, “A campanha só acaba quando os presidentes dos tribunais no Rio de Janeiro se conscientizarem dos males causados à saúde do profissional pela obrigatoriedade do uso do traje”. E questiona: “Por que seria considerado um desrespeito fazer audiência no Rio sem paletó, quando no Rio Grande do Sul, no Espírito Santo e em muitos outros estados não é? Tem diferença entre os juízes daqui e os de lá?”. E sugere Marcello Oliveira: “No segundo grau, uma providência simples, como ter uma beca à disposição dos advogados, resolveria. Falta é sensibilidade e boa vontade”.

Durante o mês de janeiro haverá plantão de uma técnica de enfermagem da Caarj, na sala da OAB, das 11h às 16h, para aferir a pressão arterial dos advogados e estagiários de Direito. A profissional também vai esclarecer e orientar sobre formas de prevenção.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.



NOTÍCIAS

11/05/2018 - Marcello Oliveira participa de encontro nacional dos presidentes de Caixas de Assistência

SAIBA +

08/03/2018 - Mês da Mulher conta com programação especial

SAIBA +

08/03/2018 - 8 de Março, da Publicidade à Reflexão Crítica

SAIBA +

02/02/2018 - Voe Legal é o meio de a advocacia viajar mais barato

SAIBA +

07/12/2017 - Advogados agora contam com clínica exclusiva e a preços acessíveis no Centro do Rio

SAIBA +

10/11/2017 - CAARJ e OAB formalizam conjuntamente a isenção da anuidade para advogadas em ano de parto ou adoção

SAIBA +

01/11/2017 - Exposição Faces da Justiça chega à Região dos Lagos

SAIBA +

19/10/2017 - Outubro Rosa Caarj chega em Nova Iguaçu

SAIBA +

16/10/2017 - Outubro Rosa da Caarj participa de ação em Madureira

SAIBA +

11/10/2017 - Campanha Outubro Rosa começa a receber doações de cabelos

SAIBA +

[MAIS NOTÍCIAS]