Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

CULTURA & LAZER | NOTÍCIAS

Advogado, ator e poeta por amor

Carioca por amor, o criminalista gaúcho Tomás Motta carrega desde pequeno uma paixão pela cultura, e destina ao teatro e à poesia seu tempo e sua dedicação. Formado em artes cênicas desde 2012, ele participa de saraus e encontros literários, onde deixa transbordar seu apreço pela arte.

Morador da capital do estado há vinte e dois anos, o advogado conheceu no Rio de Janeiro o Projeto Corujão, uma vigília semanal de poesia, literatura e música com o microfone aberto para o público. E desde 2013 começou a frequentar os encontros e recitar poemas, além de ter feito amizades e parcerias profissionais. “Sempre gostei de ler e a poesia melhorou muito minha interpretação”, diz.

A formatura em Artes Cênicas ocorreu logo após a graduação em Direito, em 2012. Hoje Tomás atua nos tribunais e também nos palcos da cidade.  Ele relata que tanto o teatro quanto a poesia o ajudaram na fala e na forma de se colocar. “Melhorou minha oralidade, e a forma de passar as informações com clareza nas audiências também”, frisa.

Toda semana o advogado frequenta saraus e interpreta poemas também nos teatros – em junho, ele participou do Tributo a Mercedes Sosa, no Teatro Popular Oscar Niemeyer, em Niterói, onde declamou uma poesia. No mesmo teatro ele também participou da montagem de Othelo, o Mouro de Veneza. Apaixonado por tudo que faz, Motta adotou a arte como um estilo de vida que complementa sua rotina de trabalho. “A arte cabe em tudo e dá um colorido a vida”, determina.