Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

ASSISTÊNCIA | NOTÍCIAS

Caarj lança Campanha Fome de Leitura

destaque interna fome

“Quem tem fome, tem pressa”. A frase célebre do sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, norteou o trabalho da Ação da Cidadania desde o seu início, mas serve também como base para a nova campanha da Caixa de Assistência dos Advogados do Rio. Em parceria com a Ação e o CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola), a Caarj lança a Campanha Fome de Leitura, para arrecadação de livros voltados para os públicos infantil e juvenil. O movimento irá atuar até o mês de dezembro, com o objetivo de contribuir de forma qualitativa para a erracadicação do analfabetismo funcional. A meta é atingir a marca de 1.500 livros doados.

Segundo dados de pesquisa realizada pelo Instituto Paulo Montenegro e pela Ong Ação Educativa, os dados de analfabetismo funcional no Brasil são alarmantes. A pesquisa aplica um teste avaliando habilidades de leitura, escrita e matemática, e seu resultado mostrou que o domínio pleno da leitura vem sofrendo queda entre todos os entrevistados, tendo eles concluído o Ensino Fundamental ou o Ensino Superior. Dados da Unesco endossam a pesquisa: de acordo com a entidade, somente 14% da população brasileira tem o hábito de ler. Para o presidente da Caarj, Marcello Oliveira, a advocacia, unida, pode dar uma parcela significativa de contribuição para que haja a superação de algumas urgências sociais. “O projeto tem por objetivo chamar a atenção para a necessidade de estimular a leitura entre crianças e jovens. A parceria da Ação da Cidadania é fundamental pelo seu histórico de engajamento e de luta permanente. Estamos agora buscando outras parcerias para dar ainda mais visibilidade ao projeto”, frisou.

A campanha pretende contribuir para o incremento dos “pequenos leitores”, com incentivo à leitura prazerosa. Daniel Souza, Assessor especial da Ação da Cidadania, celebra esta parceria: “Sabemos da importância da leitura num país onde, historicamente, ela não é valorizada. É fundamental poder oferecer às crianças e aos jovens essa porta para o mundo que é a leitura”, acrescentou.

Serão dois meses de arrecadação de livros, que irão beneficiar 37 espaços de leitura e 17 creches, todos atendidos pela Ação da Cidadania. Poderão ser doados livros em bom estado, íntegros e sem sinais de infestação de insetos ou fungos, e desde que sejam de natureza infantojuvenil. Não serão aceitos livros técnicos, didáticos, apostilas de cursinhos, enciclopédias, dicionários desatualizados, jornais e revistas semanais e de atualidades correntes.

As coletas, feitas em estantes cedidas pela Caarj, serão realizadas nas subseções próximas ao destino das doações – mas outras também podem aderir ao projeto. Todas as subseções que participarem do projeto receberão o selo “Subseção que Fomenta o Conhecimento”. Após as coletas, as estantes também serão doadas para os locais beneficiados.

Conheça os pontos de doação de livros da campanha Fome de Leitura:

Sede da Caarj
Casa do Advogado Celso Fontenelle
Casa do Advogado Paulo Saboya
Fórum de Angra dos Reis
Fórum de Bangu
Fórum da Ilha do Governador
Fórum de Itaboraí
Fórum da Leopoldina
Fórum de Madureira
Fórum de Mendes
Fórum de Piraí
Fórum de Resende
Fórum de Rio Bonito
Fórum de São Gonçalo
Fórum de Vassouras
Fórum de Volta Redonda
Subseção Araruama
Subseção Barra da Tijuca
Subseção Belford Roxo
Subseção Cambuci
Subseção Campo Grande
Subseção Cordeiro
Subseção Duque de Caxias
Subseção Méier
Subseção Miguel Pereira
Subseção Miracema
Subseção Nilópolis
Subseção Niterói
Subseção Nova Iguaçu
Subseção Paracambi
Suseção Paraty
Subseção Pavuna
Subseção Queimados
Subseção Santa Cruz
Subseção Santo Antônio de Pádua
Subseção São Fidélis
Subseção São João de Meriti
Subseção Teresópolis
Subseção Três Rios
Subseção Valença
CIEE Niterói
CIEE Rio