Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

CULTURAL | NOTÍCIAS

Advogados atendem ao chamado da música

destaque o artista é você

A música como paixão, como chamado. Assim a cantora e advogada Alice Sales, e seu colega de palco e de profissão Augusto Ordine, classificam a escolha que fizeram, ao optar por seguir a carreira de cantores, em detrimento do Direito. “Ainda penso em aliar as duas áreas, com o Direito como área de estudo. Mas me vi em um momento em que eu precisava escolher, para poder me dedicar ao que havia deixado de ser um hobby. A música também é transpiração, demanda estudo, dedicação, para que portas possam se abrir. E não me arrependo, pois dei voz à minha voz”, afirma Alice, que, ao lado de Augusto e outros quatro músicos, integra o conjunto vocal Ordinarius, que se apresenta na próxima sexta-feira (23) no Centro da Música Carioca Arthur da Távola, na Tijuca.

Após se graduar na UFRJ, Alice passou a estudar para um concurso público e a atuar como advogada autônoma. Ainda tentando aliar a paixão pela música e o Direito, ela fez pós graduação em Direito do Entretenimento. “Sou cantora, mas também sou advogada. Mas vi que precisava focar, estava distribuindo energia em muitas coisas ao mesmo tempo, de forma equivocada”, aponta ela, que começou a cantar no Ordinarius em 2008, para sair em 2010 e retornar em 2015. “Não que eu não fosse feliz, como advogada, mas existem coisas que nos tocam mais. E a música sempre foi isso. Tive que escutar este apelo, era a minha essência”, reforça.

Seu colega de sexteto teve uma trajetória diferente. Graduado pela Uerj, sua experiência com a atividade no Direito limitou-se aos estágios. Durante a graduação, ele também estudou Música. “Cheguei a tirar a carteira da Ordem, mas nesta época eu já havia começado a arrumar trabalhos fixos como músico, como monitor de corais”, afirma ele, cuja mãe é advogada. “Pude me dedicar à música porque contei com uma estrutura familiar que me permitiu fazer esta escolha”, frisa ele, que acrescenta: no grupo, todos têm outra profissão: “Temos ainda um matemático, engenheiros, jornalista. O músico é sempre um pouco polivalente”.

O Ordinarius, que existe desde 2008, mantém seu trabalho de forma independente, ou seja, sem o apoio de gravadoras. E já conseguiu um público fiel, muito por conta das mídias sociais. “Temos mais de 80 mil curtidas no Facebook. Fizemos uma versão da música ‘As long as you love me’, do Backstreet Boys, que chegou até a um dos integrantes da banda. Ele gostou da nossa versão e republicou nas mídias dele”, conta Alice. O grupo, que recebe convites para se apresentar no exterior, e coleciona prêmios como o primeiro lugar do Concurso Nacional de Grupos Vocais. No ano passado, o Ordinarius lançou seu último CD, o “Rio de Choro”.

Este slideshow necessita de JavaScript.



NOTÍCIAS

03/07/2018 - Sala Baden Powell promove festival de Bossa Nova

SAIBA +

22/06/2018 - Cineclube Direito em Movimento exibe a pré-estreia de Auto de Resistência

SAIBA +

12/06/2018 - Advogado paga meia no Festival Varilux de Cinema 2018

SAIBA +

11/06/2018 - Passeio histórico pelo Centro do Rio encanta os participantes da Caravana Sociocultural

SAIBA +

04/06/2018 - Confira os espetáculos com desconto em junho

SAIBA +

25/05/2018 - Coral de Madureira/Jacarepaguá completa quatro anos

SAIBA +

17/05/2018 - Assistir a Deadpool 2 no Cine Odeon é uma boa do final de semana

SAIBA +

16/05/2018 - Caravana Sociocultural leva advocacia para a estreia de peça sobre Luiz Gama

SAIBA +

09/05/2018 - Exposição Faces da Justiça chega à OAB Madureira/Jacarepaguá

SAIBA +

09/05/2018 - Coral da Leopoldina é presenteado com teclado pelo CAARJ Cultural

SAIBA +

[MAIS NOTÍCIAS]