Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

ASSISTÊNCIA | NOTÍCIAS

Caarj lança campanha de prevenção ao alcoolismo

fb 03

Acolher o advogado que sofre com o alcoolismo e capacitar profissionais para atender às necessidades destes pacientes e suas famílias. Estes são os objetivos da campanha Dose de Apoio – Programa de Prevenção ao Alcoolismo, lançada pela Caixa de Assistência dos Advogados do Rio (Caarj) nesta segunda-feira (07). “Rodamos o estado e nos confrontamos com as mais variadas situações, e o que vimos nos mostra que esta não é uma questão secundária, não é um problema menor”, ponderou o presidente da Caarj, Marcello Oliveira, citando os problemas correlatos ao uso abusivo do álcool, como a perda da produtividade e problemas familiares. “O advogado, muitas vezes, é autônomo. Não tem o amparo de uma empresa, e ainda por cima é o arrimo da família. Tudo isso nos mostrou que precisávamos atingir este tema com uma abordagem consistente e definitiva. Não vamos só acompanhar os colegas, como já fazemos pelo Eixo Social, mas também multiplicar conhecimento através do curso de capacitação de conselheiros que começa nesta quarta (11). Vejo aqui presidentes de subseção, delegados Caarj que irão levar este conhecimento até suas localidades, fazendo com que a rede de apoio se multiplique”, acrescentou.

Para marcar o lançamento da iniciativa, resultado de uma parceria entre a Caixa e as comissões de Políticas sobre Drogas da OAB/RJ e da OAB/Barra da Tijuca, ambas presididas por Wanderley Rebello Filho, foi exibido o longa “O Veredicto”, com o ator Paul Newman, que retrata a trajetória de um advogado que faz uso abusivo do álcool. O evento, realizado no Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro – Cine Odeon, contou ainda com um debate entre o coordenador técnico da campanha, Jorge Jaber; a profissional de Saúde Mental Patrícia Mondarto e o delegado Rafael Menezes, que representou o deputado federal Hugo Leal (PSB-RJ), autor da Lei Seca. “Quantos amigos cada um de nós já perdeu para as drogas? Esta campanha é a nossa menina dos olhos. As duas frentes, tanto o curso quanto o atendimento, serão totalmente gratuitas para o advogado. Tenho certeza de que esta nossa parceria irá marcar um momento novo para a advocacia do nosso estado”, afirmou Wanderley Rebello.

Coordenador técnico do programa, o psiquiatra Jorge Jaber classificou a iniciativa da campanha como corajosa. “Muitos profissionais e seus familiares sofrem com esta doença, que é o alcoolismo”, afirmou ele, acrescentando que este é um desafio necessário para a quebra de paradigmas. “O dependente químico é frequentemente taxado como alguém portador de uma deficiência moral, uma deficiência de caráter. E não é isso. É um problema de saúde, não um problema moral”, frisou.

Problema que não é simples de ser enfrentado. De acordo com Patrícia Mondarto, o álcool é a substância psicoativa mais popular do mundo. “O Brasil é o primeiro país do mundo em consumo de cachaça, e o terceiro maior produtor de cerveja do planeta. Ou seja, vivemos em um cenário de muito consumo e muito fornecimento. E é um tema difícil, envolvo em muitos preconceitos”, frisou ela, que discorreu sobre a política do Ministério da Saúde para atendimento a pacientes que fazem uso abusivo de álcool. Já o delegado Rafael Menezes lembrou que medidas que busquem minimizar os problemas causados pelo uso de álcool e outras drogas trazem reflexos positivos em diversos âmbitos, e citou o avanço representado pela Lei Seca. “A maioria das mortes no trânsito está ligada ao uso do álcool por parte dos motoristas. Ainda temos muito a melhorar, mas já começamos a ver resultados, principalmente no Rio de Janeiro, onde a Lei Seca é um programa de governo”, considerou Menezes. Segundo ele, a meta, agora, é buscar atestar não somente o uso do álcool por parte dos motoristas, mas também outras drogas.

A exibição do longa e o debate foram o pontapé inicial da campanha, que se divide em duas frentes: o atendimento a usuários abusivos de álcool, por parte do Eixo Social da Caarj e da equipe da Clínica Jorge Jaber, semanalmente e de forma gratuita para o advogado; e a capacitação de profissionais advogados para a função de conselheiro em Dependência Química. O curso, que terá início no dia 11 de maio e será realizado todas as quartas-feiras no plenário da Caarj, tem o objetivo de preparar multiplicadores para a identificação, acompanhamento e aconselhamento de pacientes que fazem uso abusivo de álcool. Com duração de seis meses, o treinamento abordará temas como avaliação do paciente, o uso associado de outros entorpecentes, prevenção ao suicídio e tipos de internação, além da prevenção à recaída. A ideia é preparar a advocacia para poder garantir suporte aos que necessitam de tratamento. Já o atendimento, voltado para advogados e suas famílias, irá iniciar no dia 18 de maio, às 11h. Mais informações sobre a campanha podem ser obtidas através dos telefones 2277-2414 ou 2277-2351.

fb 02