Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

ASSISTÊNCIA | NOTÍCIAS

Caarj promove campanha de apoio à doação de leite materno

Pelo terceiro ano consecutivo, a Caarj integra o mapa mundial da WABA (World Alliance for Breastfeeding Action), conhecida como campanha do Laço Dourado, em um esforço associado pelo estímulo à amamentação. Este ano, a Caixa irá apoiar a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano – Rede BLH, através da arrecadação de potes de vidro para o armazenamento de leite materno. O material arrecadado será encaminhado ao Instituto Fernandes Figueira – Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira, localizado no Flamengo e centro de referência do estado. A iniciativa é do Eixo Social da Caixa de Assistência. “Esta iniciativa é mundial, são organizações diversas imbuídas no esforço de promover, proteger e apoiar a amamentação”, explica a gerente do Eixo, Alline Campanhão.

A campanha irá acontecer durante todo o mês de agosto, e as doações podem ser entregues no próprio Eixo Social, no sétimo andar da sede da Caarj (Av. Marechal Câmara, 210). Podem ser doados potes de vidro com tampas de plástico, podendo ser vidros de produtos alimentícios reaproveitados. Esses frascos são apropriados para o armazenamento do leite materno doado, pois o vidro não acumula cheiro nem resíduos, é fácil de esterilizar, limpar e também inerte. Por estas razões é considerado o material perfeito para guardar o leite materno no freezer, antes ou depois da pasteurização feita pelos bancos de leite. “A campanha dos frascos vale ouro, pois vamos ao mercado e hoje em dia é sempre plástico, sendo que só podemos armazenar em potes de vidro com a tampa de plástico, como naqueles potes antigos de maionese. Aceitamos os frascos de qualquer forma, pois ele passa por um processo de esterilização para chegar na mãe doadora. Podem mandar até mesmo com rótulo, que tiramos aqui. O pote também não tem tamanho certo”, ressalta Danielle Aparecida, coordenadora da instituição.

A amamentação, segundo o Ministério da Saúde, é o principal fator de redução da mortalidade na infância. O leite materno é o alimento ideal para todas as crianças. Sua composição de nutrientes é considerada completa e suficiente para garantir o crescimento e desenvolvimento saudável do bebê durante os primeiros 2 anos de vida. É um alimento de fácil e rápida digestão, completamente assimilado pelo organismo infantil. “Contamos com a solidariedade dessas outras mães, que tem uma produção normal e muitas vezes acabam produzindo tanto que jogam fora. Pedimos para que não joguem, pois qualquer gotinha conta e ajuda bastante. Não é necessário encher o potinho. Qualquer mililitro ajuda muito, independente de quantidade de leite, pois alguns bebês prematuros podem tomar gotinhas por dia”, reforça Danielle.