Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

ASSISTÊNCIA | NOTÍCIAS

Advogada doa leite materno: oferta de saúde para as crianças

Mãe de dois filhos, a advogada Ana Carolina Machado de Faria Majdalani de Sá sabe a importância do aleitamento materno para a saúde das crianças. “Considero a amamentação exclusiva através do leite materno a melhor herança que deixamos para nossos filhos. Terá consequências positivas em toda a vida. Tenho um filho de 7 anos que amamentei exclusivamente nos 6 primeiros meses e depois mantive a amamentação, mesmo com a introdução de papinha”, conta. Ana Carolina é uma das mais de 100 mil mulheres que doaram leite materno para o Instituto Fernandes Figueira, entre 2016 e 2017.

 

A advogada diz acreditar que o aleitamento materno tenha contribuído para a saúde de seu filho mais velho. “Ele não possui alergias e raramente fica doente. Por isso, fico extremamente feliz em doar e poder ajudar a amamentar crianças que, por algum motivo, não podem ser amamentados pela própria mãe”, frisa Ana Carolina. Segundo a coordenadora do Instituto, Danielle Aparecida, toda mulher que amamenta é considerada uma possível doadora de leite humano, bastando apenas estar saudável e não tomar medicamentos que interfiram no processo. “Contamos com a solidariedade dessas outras mães que tem uma produção normal e muitas vezes acabam produzindo tanto que jogam fora. Pedimos para que não joguem, pois qualquer gotinha conta e ajuda bastante. Não é necessário encher o potinho. Qualquer quantidade ajuda muito, pois alguns bebês prematuros podem tomar gotinhas por dia”, aponta.

 

Quem estiver amamentado e quiser doar deve procurar o banco de leite mais próximo ou ligar para o Disque Saúde 136. No Instituto Fernandes Figueira, a mulher deverá ligar e agendar um horário para passar por uma triagem inicial com médicos da instituição e posteriormente, agenda-se o horário para retirar a doação dos leites já armazenados. A Caarj integra, pelo terceiro ano consecutivo, o mapa mundial da WABA (World Alliance for Breastfeeding Action), conhecida como campanha do Laço Dourado, em um esforço associado pelo estímulo à amamentação. O leite materno é essencial para nutrir crianças exclusivamente até os 6 meses de idade e é o principal fator de redução da mortalidade na infância.

 

Este ano, a Caixa de Assistência está recolhendo potes de vidro que serão encaminhados ao Instituto Fernandes Figueira. É fundamental que o material doado seja de vidro, em vez de plástico, uma vez que este não é um material recomendado para acondicionar o leite humano, devido à aderência da gordura e à dificuldade de esterilização. Podem ser doados potes de produtos alimentícios reaproveitados. A lista de locais para arrecadação das doações pode ser acessada AQUI.