Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

SEM CATEGORIA | NOTÍCIAS

Caravana comemora no Campeonato Estadual de Remo os cinco anos das Tendas Bem-Estar

A manhã de sol do último domingo (19/08) deu ainda mais brilho à caravana comemorativa de cinco anos do projeto Tendas Bem-Estar. As advogadas e os advogados participantes, além de suas famílias, se encontraram na Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul do Rio, onde acontecia a 4ª Etapa do Campeonato Estadual de Remo. O evento foi possível graças a uma parceria com o Clube de Remo Rio de Janeiro (CRRJ), que faturou o primeiro e o terceiro lugar da disputa, na categoria Master.

A CAARJ instalou uma tenda no Estádio de Remo da Lagoa, no complexo Lagoon, onde os 30 integrantes da Caravana comemorativa puderam utilizar o simulador remoergômetro, realizar um treino multifuncional, se submeter a uma sessão de Shiatsu e ainda se deliciar com uma fatia de bolo de chocolate. “Afinal, estavam merecendo após o treino e as Tendas estão de aniversário, né?”, brinca a gerente do Eixo Bem-Estar, Bruna Ribeiro.

O CRRJ foi fundado em 2016 por 24 remadores másteres com histórico vitorioso nos principais clubes de regatas do Rio de Janeiro. Diversos advogados e advogadas participam do esporte, como Kelly Banholi, diretora e remadora do CRRJ. “A nossa profissão exige muito da gente no dia-a-dia, com o estresse e a correria. O nosso coração precisa estar bem”, disse. “A parceria com a CAARJ para cuidar melhor da gente mesmo, é uma questão de prevenção”, frisou Kelly.

Pascoal Luiz Salgado Chrispim, médico do clube e um dos participantes da equipe Máster campeã, praticou vôlei por 30 anos, mas retornou à modalidade por conta de seus benefícios. “O remo é completo. Ele dá força muscular praticamente ao corpo inteiro e uma capacidade pulmonar surpreendente. Poucos esportes dão tanta capacidade ventilatória e consumo de oxigênio quanto o remo”, frisa o médico.

Entre os mais entusiasmados ao cantar parabéns para as Tendas Bem-Estar estava Valéria Ferreira, que entrou no projeto há três anos com o foco em competir em uma Meia Maratona. De lá para cá, ela já disputou quatro desde então. “O projeto Tendas mudou a minha vida com relação à prática esportiva. Não tinha regularidade na academia e em corrida na rua. Mas desde 2016, sigo nos treinos três vezes por semana. Agora, o meu projeto é conseguir correr uma Maratona”, diz confiante.