Logo da CAARJ
Logo da OAB-RJ

INSTITUCIONAL | NOTÍCIAS

Caarj recebe evento da ANACRIM

Com tema voltado à advocacia criminalista feminina, a Caarj, a OAB Mulher e a Comissão da Mulher Criminalista da ANACRIM-RJ, Associação Nacional da Advocacia Criminal – Rio de Janeiro, realizaram na última quinta-feira (28), o evento “Mulheres por Mulheres – Reflexões sobre Gênero e Advocacia Feminina”.

 

O presidente da ANACRIM Nacional, James Walker Jr., lembrou da importância de eventos como este. “É uma oportunidade extraordinária para avançarmos no debate e nos tornarmos cada vez mais multiplicadores disso. As mulheres devem se proteger, mas devem chamar os homens para o debate”, defende James. “Assim, eles entenderiam definitivamente que essa cultura patriarcal, machista e antiquada, deve ser superada definitivamente no Brasil”, aponta.

 

Um dos temas tratou do “Atendimento à mulher vítima de violência pela autoridade policial”. Sendo o feminicídio a “ponta do iceberg” quando se trata de violência contra a mulher, Marisa Gaudio, vice-presidente da Caarj, destacou a prevenção. “Poderíamos ter evitado que chegasse a este ponto. Conversando com essas mulheres, tendo políticas públicas eficientes e com mais espaço para essas mulheres no geral”, disse Marisa. “Ter um espaço como esse, com mulheres à mesa, é importante para conscientizar a população. Ainda estamos vivendo isso de precisar explicar o que é tão básico e fazer certos enfrentamentos. Quando a gente faz isso empoderamos a todas”, completa.

 

Para a presidente da Comissão da Mulher Criminalista da ANACRIM – RJ, Caroline Schallbroch Araújo, é importante lembrar também sobre as dificuldades da mulher advogada no ambiente de trabalho. “Discriminação, assédio ou qualquer que seja a dificuldade, é possível ajudá-las e capacitá-las para que sigam essa jornada de forma mais leve e com maior confiança. Por isso, vamos falar sobre temas tão importantes neste e em outros eventos”, afirma Caroline.